Mostra Pajeú de Cinema começa nesta terça

Resultado de imagem para cine sao jose afogados da ingazeira

A quarta edição da Mostra Pajeú de Cinema (MPC) exibirá 63 filmes na Ingazeira, Iguaracy e Afogados da Ingazeira. A programação, que ocorre nesta terça e quarta-feira, em Iguaracy; na próxima quinta e sexta-feira, em Ingazeira; e no próximo domingo (20) e no dia 26, em Afogados da Ingazeira, traz um panorama diverso do cinema contemporâneo nacional, com curtas e longas-metragens vindos de 13 estados brasileiros. O festival, viabilizado pelo Funcultura/Governo do Estado e organizado pela Pajeú Filmes, tem entrada gratuita.

A Mostra Pajeú, com curadoria do pesquisador e crítico André Dib (Afogados da Ingazeira) e pelos diretores da MPC, Bruna Tavares e William Tenório (Iguaracy e Ingazeira), reúne sete longas-metragens: "O processo" (RJ), de Maria Augusta Ramos; "Rebento" (PB), de André Morais; "Arábia" (MG), de Affonso Uchôa e João Dumans; além de quatro pernambucanos - "Prelúdio da fúria" (PE), de Gilvan Barreto; "Em nome da América" (PE), de Fernando Weller; "Parquelândia" (PE), de Cecília da Fonte; "PEsado" (PE), de Leo Crivellare e Wilfred Gadelha.

São filmes que, através da linguagem documental ou do potencial da ficção, debatem questões urgentes e contemporâneas. Obras como o doc "O processo", que observa os eventos que levaram ao impeachment de Dilma Rousseff, e a narrativa ficcional "Arábia", que ao contar a história de um trabalhador de certa forma comenta sobre toda a classe operária. "A relação entre estética, memória e política tem se mostrado estratégica para discutir a agenda nacional e, de uma forma geral, isso pautou a escolha dos filmes", explica André Dib, que ressalta a necessidade do equilibrar, na programação, filmes que já circularam em outros eventos e obras inéditas.

"Nome de batismo: Alice", de Tila Chitunda, vencedor na categoria melhor documentário de curta-metragem no Festival É Tudo Verdade, é um dos destaques da seleção de curtas-metragens, que inclui ainda obras como "Cine S. José", de William Tenório; "Superpina", de Jean Santos; e "Não tema" (PB), de Odécio Antonio.

Entre as novidades desta edição, Dib ressalta: "Tem a Sessão Acessível, dedicada ao público com deficiência, que poderá assistir com recursos de Libras, audiodescrição e legendagem; um programa em diálogo direto com o cenário local do rock independente e a ampliação dos pontos de exibição para mais duas cidades do Pajeú, Ingazeira e Iguaracy, em programas assinados por Bruna Tavares e William Tenório".

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE