Lula decide não se entregar à Polícia Federal em Curitiba

Resultado de imagem para moro e lula

A decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, até às 8h30 da manhã desta sexta-feira (6), era não ir até Curitiba para se entregar à Polícia Federal, conforme havia determinado Sergio Moro. Após ter passado a madrugada no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, acompanhado dos filhos e correligionário, ele chegou em sua residência e tomou a decisão.

Condenado a 12 anos e um mês de prisão no processo do caso tríplex do Guarujá, Lula tem até às 17h desta sexta (6) para se apresentar "voluntariamente" à Polícia Federal em Curitiba, base da Operação Lava Jato. A defesa do petista argumenta que o Tribunal Regional Federal 4 antecipou a execução da pena e não aguardou o julgamento dos embargos de declaração apresentados. A ordem de prisão expedida pelo juiz Sérgio Moro foi a mais rápida entre os o condenados da Operação Lava Jato. Enquanto outros casos duraram entre 18 e 30 meses, o ex-presidente foi cassado após nove meses da sentença.

O petista segue aguardando o resultado de um novo pedido de habeas corupus solicitado pela defesa junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). O pedido teve como argumento a antecipação do TRF-4 em executar a pena contra Lula e determiná-la antes da publicação dos embargos apresentados pelos advogados. Para a defesa, ainda seria possível apresentar novos argumentos e, por essa razão, a prisão de Lula não poderia ocorrer tão depressa.

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE