Estado de Pernambuco fica próximo de limite máximo da Lei de Responsabilidade Fiscal no último quadrimestre de 2017

02-07-financas-sn-19

A despesa de pessoal do Governo do Estado cresceu 11,5% e ficou perto do limite máximo estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Foi o que apontou o Relatório de Gestão Fiscal do último quadrimestre de 2017. Os dados foram apresentados, nesta quarta (7), à Comissão de Finanças da Alepe, pelo secretário estadual da Fazenda, Marcelo Barros.

Segundo o documento, os gastos com funcionalismo alcançaram a marca de R$ 10,5 bilhões, em comparação com uma receita corrente líquida de R$ 21,5 bilhões. Com isso, o Poder Executivo chegou a 48,97% de dispêndio da receita com o funcionalismo, quando o limite máximo permitido pela LRF é de 49%.

O secretário explicou que a situação resulta da contratação de servidores para áreas essenciais. De acordo com ele, o aumento de receita projetado para 2018 deve impedir que ocorra uma deterioração do quadro fiscal no decorrer deste ano. “Não há descontrole, mas uma escolha estratégica do Governo para viabilizar a contratação de policiais, professores e profissionais de saúde. Nas áreas de saúde e educação, por exemplo, Pernambuco gastou R$ 1,2 bilhão a mais do que o piso estabelecido em lei”, pontuou Barros.

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

Android / iOS / Windows Phone

         

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE