Com 5 anos de atraso, 106 municípios de Pernambuco apresentam planos de resíduos sólidos

Resultado de imagem para lixoes em pernambuco

Respeitado o cronograma da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), os municípios pernambucanos estariam livres dos lixões. A política, de 2010, previa o fim desses lugares para agosto de 2014. Vivíamos bons tempos na economia. Mesmo assim os prefeitos reclamavam. Afirmavam ser impossível, alegando falta de recursos técnicos e financeiros, cumprir as exigências.

Chegamos a 2014 com mais de dois terços das nossas cidades sem terem os planos de resíduos sólidos, com finalização prevista em lei para em agosto de 2012. Somente agora, com cinco anos, quatro meses e três semanas de atraso, 106 municípios do Agreste, do Sertão e da Zona Mata dispõem de tais planos.

O término foi anunciado ontem. Para a elaboração dos documentos, coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente do estado, se investiu R$ 1,88 milhão. Os planos trazem diretrizes e metas da gestão e do gerenciamento dos resíduos sólidos. Apontam o que as prefeituras devem fazer daqui para frente em matéria de plano de limpeza, coleta seletiva e educação ambiental. Só não dizem ser proibido o chororô dos municípios. Nem precisa. Afinal, essa linguagem é corriqueira quando se exige bom tratamento ao meio ambiente.

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE